BELMONTE: Vereadores tomam posse e Cicinho do Carmo assume comando da Câmara


O primeiro dia do ano foi de grande movimentação no cenário político belmontense, com a posse dos eleitos nas urnas em novembro de 2020. Tão logo os 13 vereadores que integrarão a Legislatura 2021/2024 foram empossados em seus mandatos, logo após foi aberta a sessão ordinária para a definição do novo presidente da Casa, no biênio 2021/2022.

Encabeçando chapa única, o vereador Cicinho do Carmo (PSB) foi o escolhido com o voto de 09 parlamentares para o comando da Mesa Diretora, que terá ainda os seguintes parlamentares: Nenga de Estomberg (PSD) como vice-presidente, Diogo Freire (PSB) e Paulo Pereira (PV), primeiro e segundo secretários.

Cicinho do Carmo prometeu cumprir a Constituição da República, a Constituição do Estado de Pernambuco, a Lei Orgânica do Município e o Regimento Interno da Câmara Municipal, respeitar as leis, desempenhar com retidão o mandato que foi confiado e trabalhar pelo progresso do Município e pelo bem-estar do povo.

A solenidade antecedeu as posses do prefeito Romonilson Mariano (PSB) e do vice-prefeito Antônio de Alberto (PSB). O evento aconteceu sem a presença de público e foi restrito aos eleitos, à equipe de servidores da Câmara e à imprensa por conta das restrições impostas pela pandemia do novo coronavírus.

Confira quem são os treze vereadores empossados

Banga, do PSB, tem 53 anos, é casado, declara ao TSE a ocupação de servidor público municipal e tem ensino fundamental incompleto. Ele não declara nenhum bem como patrimônio.

Arnaldo de Zé de Bia, do PSB, tem 49 anos, é casado, declara ao TSE a ocupação de agricultor e tem ensino fundamental completo. Ele tem um patrimônio declarado de R$ 351.363,00.

Junior de Eler, do PSB, tem 48 anos, é casado, declara ao TSE a ocupação de vereador e tem ensino fundamental completo. Ele não declara nenhum bem como patrimônio.

Nenga, do PSB, tem 61 anos, é casado, declara ao TSE a ocupação de militar reformado e tem ensino médio incompleto. Ele tem um patrimônio declarado de R$ 376.829,54.

Cicinho do Carmo, do PSB, tem 43 anos, é casado, declara ao TSE a ocupação de vereador e tem ensino médio incompleto. Ele tem um patrimônio declarado de R$ 4.000,00 e foi eleito no ato da posse, o novo presidente da Câmara.

Ramon Feitosa, do PSB, tem 41 anos, é casado, declara ao TSE a ocupação de vereador e tem ensino médio completo. Ele não declara nenhum bem como patrimônio.

Kayson, do PSB, tem 42 anos, é casado, declara ao TSE a ocupação de vereador e tem ensino médio completo. Ele não declara nenhum bem como patrimônio.

Hélia, do PSB, tem 49 anos, é divorciada, declara ao TSE a ocupação de dono de casa e tem ensino médio completo. Ela tem um patrimônio declarado de R$ 71.647,21.

Zé Lucas, do PSB, tem 47 anos, é casado, declara ao TSE a ocupação de vereador e tem ensino médio completo. Ele não declara nenhum bem como patrimônio.

Paulo Pereira, do PSB, tem 45 anos, é divorciado, declara ao TSE a ocupação de policial militar e tem superior completo. Ele não declara nenhum bem como patrimônio.

Erik Diniz, do PSB, tem 39 anos, é casado, declara ao TSE a ocupação de empresário e tem superior completo. Ele não declara nenhum bem como patrimônio.

Diogo Freire, do PSB, tem 31 anos, é casado, declara ao TSE a ocupação de fisioterapeuta e terapeuta ocupacional e tem superior completo. Ele tem um patrimônio declarado de R$ 12.000,00.

Evandro Gonçalves, do Avante, tem 31 anos, é solteiro, declara ao TSE a ocupação de vereador e tem superior completo. Ele não declara nenhum bem como patrimônio.

Veja o número de vereadores por partido

PSB: 12
Avante: 1